segunda-feira , 23 outubro 2017
Capa » Notícias » Circo e culinária são atividades voluntárias na AINDA

Circo e culinária são atividades voluntárias na AINDA

Voluntário Henrique (com camiseta escrito Lifecirco)  Voluntária Stael (avental branco e vermelho, com touca na cabeça)

A atuação dos voluntários na AINDA – Associação Integrada de Deficientes e Amigos contribui de maneira significativa ao trabalho realizado pelo corpo técnico da entidade.

Uma dessas atividades é desenvolvida por Henrique Testa, fundador e presidente do sistema Lifecirco. Ele conta que muitas pessoas sentem “gelo na barriga” ao falar da prática circense. “Muitos não encaram por não se acharem capazes. Mas os participantes da AINDA adoram o desafio. Somos pioneiros em aplicar o circo em um público tão diversificado. Uma mistura desafiadora para um público com diferentes dificuldades motoras, atrofias musculares e biotipos específicos. Mas essas pessoas já fizeram acrobacias, malabares, equilibrismo e subiram nos aéreos circenses”, relata.

Testa relata que aplica os conhecimentos científicos, para aulas de circo para crianças de 2 anos até 78 anos, adaptadas aos atendidos. “Assim surgiu nosso trabalho experimental e muito benéfico: percebo que durante a execução dos movimentos, os alunos sentem o poder e o prazer dos hormônios liberados pela prática da atividade física radical. Observo euforia, felicidade e realização dos praticantes, e relacionamento social diferenciado. E o melhor: que é encarar, realizar e viver o mundo do desafio”, cita o fundador da Lifecirco.

Ele acrescenta que não existe material científico sobre essa modalidade destinada ao público da AINDA. “Por isso, estamos dispostos e felizes em viver esse mundo desafiador, um mundo que não há espaço para o NÃO, e sim espaço para a aplicação da teoria: Eu vou tentar!”, afirma, aproveitando para agradecer ao parceiro de aplicação de aula Nestor Rossetti Neto, junto aos estagiários da Unicamp.

Culinária
Outra atividade voluntária na AINDA é a desenvolvida por Francisca Stael de Castro Sajioro, que dá aulas de culinária e nutrição funcional.

Ela, que é graduada em Turismo e apaixonada por Gastronomia, conta que seus projetos sempre foram envolvidos por uma busca constante da culinária saudável e nutrição funcional. “Desenvolvi vários cursos de capacitação e treinamentos, por exemplo na Escola do Trabalho da Prefeitura de Limeira e no Serviço Social da Prefeitura de Santa Gertrudes. Gosto de cozinhar e pensar em como a comida pode nutrir e ajudar um corpo saudável”, diz.

Francisca Stael foi convidada pela funcionária da AINDA, Kédima de Oliveira, para conhecer a entidade e se tornar voluntária. “De início pensei em aulas teóricas. E falávamos de tudo sobre alimentação. Depois vieram as aulas práticas”, relata.

A voluntária diz ainda que se assustou quando soube que muitos atendidos, embora com limitações físicas, ainda moravam sozinhos e precisavam lutar para ter uma vida perto do normal. “Fui ajustando as aulas dentro do que poderiam aprender para melhorar a alimentação, desde o básico, tipo como cozinhar arroz corretamente. Cuidar de quantidades e do que estão comendo, prestar atenção ao consumo de sal, açúcar e gorduras. Privilegiar o que for saudável e funcional e comer corretamente. Trocamos informações sobre o que vêem na internet. Discutimos cardápios saudáveis, cozinhamos juntos e falamos de nutrição. Atualmente vamos todos para a cozinha”, conta.

Ela finaliza: “Sinto que evoluíram, que são interessados. Enriquece de alguma forma o dia deles. Mas sem dúvida o maior ganho continua sendo o meu, pois trocamos abraços, elogios e carinhos. Naquelas horas o que vale é falar de comida saudável e gostosa! De conforto da alma, do corpo que precisa funcionar!”.

Venha ser voluntário
A atuação dos voluntários é vista com muita alegria pela AINDA, pois todos esses trabalhos colaboram e muito para a missão da entidade, que é proporcionar melhoria na qualidade de vida da pessoa com deficiência física. Se você quer ser voluntário na instituição, procure pessoalmente a entidade na rua Boulevard La Loi, 90, bairro Centreville, ou pelo telefone 3443-2144.